Meu bebe está com assadura, e agora?

Provavelmente muitas de nós mães, em algum momento da vida dos nosso pequenos e pequenas, tivemos um susto ao abrir a fralda para trocá-los e perceber a pele vermelha, irritada e com bolinhas.

 

É assadura… e agora, o que fazer?

A dermatite na área de fralda ou assadura é o nome dado a um conjunto de doenças de pele localizadas na região encoberta pela fralda (períneo), comum nas crianças até os 2 anos de idade.
A oclusão causada pela fralda faz com que ocorra um aumento da temperatura e umidade locais. Em consequência, a pele fica machucada, debilitada e propicia o aparecimento de inflamação, o que causa um desconforto grande para as crianças.

Qual é a principal causa de assadura?

A principal causa de assadura é devido a ação irritante de substâncias presentes na urina e nas fezes em contato prolongado com a pele. No começo aparece um vermelhidão local e a criança sente bastante desconforto, principalmente na hora de ser trocada. Na pele já machucada, a persistência do contato da urina e fezes tende a piorar a lesão, que pode evoluir com o surgimentos de feridas.
Situações em que a criança apresente diarreia são uma causa frequente do aparecimento deste tipo de dermatite no períneo.
Um outro momento que isto pode ocorrer é durante a introdução dos alimentos no cardápio da criança. Uma mudança na composição e pH das fezes pode propiciar o aparecimento da assadura.

Quais outras causas de assadura?

Além da irritação primária pelas fezes e urina, o fato da pele do períneo estar constantemente coberta, propicia o desenvolvimento de outros tipos de inflamação.
A dermatite seborreica, que no couro cabeludo provoca uma descamação grossa e amarela, pode surgir também nesta área. Ela acontece especialmente nas dobrinhas da coxa do bebe.
A dermatite atópica, bastante comum nas crianças, também é uma causa de irritação nesta localização.
A tecnologia atual na fabricação das fraldas descartáveis evoluiu e a alergia propriamente dita pela fralda é menos frequente. O que pode acontecer é alergia devido aos pigmentos usados para deixar a fralda colorida, ao gel absorvente e também ao atrito no local do elásticos.
As fraldas de pano estão novamente na moda! Elas são confeccionadas com tecidos de algodão e alguns sintéticos como microsoft e dryfit, que deixam a sensação de seco no bebê.

Assadura é a mesma coisa que o sapinho?

Não, assadura não é equivalente ao sapinho ou candidíase.
O que acontece é que a pele irritada e devido ao local ser quente e úmido pela oclusão da fralda, a pele acaba por ser mais suscetível a infecção secundária por fungos como a Cândida e até mesmo por bactérias comuns que estão presente no intestino.
A candidíase é bastante comum, pode acontecer somente na área de períneo ou associada na região da boca, que conhecemos como sapinho!

O que fazer para melhorar a assadura?

Primeiro vale lembrar que a pele desta região é mais úmida e quente e a oclusão que a fralda promove faz com que qualquer medicação usada tenha sua ação potencializada, aumentada.
Além disso, proporcionalmente, a região do períneo na criança pequena é maior que nas crianças de mais idade e adulto, e por isto a área de absorção de qualquer creme ou medicação é também maior.
Nem toda assadura é causada por fungo, assim, o uso de antifúngicos não está indicado para todas as crianças. Existem casos em que ao invés de melhorar, o uso do medicamento pode irritar ainda mais a pele!

Algumas medidas práticas ajudam a tratar e a evitar que a assadura apareça!

Evite ao máximo lenço umedecido, o perfume pode irritar mais ainda a pele. Quando estiver em casa, use algodão com água morna a cada troca de fralda.
Sempre que possível, lave o bumbum com água e sabonete neutro depois da criança evacuar.
Deixe a pele secar naturalmente por alguns minutos antes de aplicar creme protetor. Ajuda deixar a pele exposta por alguns minutos no sol da manhã.
Creme de barreira ou creme protetor tem a função de impedir o contato direto das fezes e urina com a pele. Por isto é importante que ele seja espesso.
Se na próxima troca ainda tiver uma fina camada do creme, não esfregar ou atritar para retirá-lo, isto machuca mais a pele que está tentando se refazer.
A troca de fralda deve ser frequente para tentar diminuir ao máximo o contato prolongado das fezes e urina com a pele.
COM ESTAS MEDIDAS E CUIDADOS É POSSÍVEL DIMINUIR O RISCO DA PELE FICAR MACHUCADA.
E DESTA FORMA PROPORCIONAREMOS UM BEM ESTAR PARA NOSSOS PEQUENOS E PEQUENAS, LIVRES DE ASSADURA!!!
21 de janeiro de 2015|Geral|

Deixar Um Comentário